Uma estrada de bicicletas

[photopress:DSC07615_1024.jpg,full,pp_image]
Foto Willian Cruz – Vá de Bike

Milhares de ciclistas em um dia chuvoso foram de São Paulo à Santos. As estimativas dão conta de um total de 2.800 pessoas que refizeram, em sentido contrário, o caminho dos primeiros europeus que chegaram ao planalto paulista, subindo a Serra do Mar.

O evento ganhou o nome de Rota Márcia Prado. Assim como no dia da morte da homenageada, a chuva lavou o asfalto. Mas ao contrário da última viagem de Márcia ao mar com os amigos e da primeira bicicletada Interplanetária os ciclistas foram aceitos na estrada e escoltados pela polícia rodoviária até a Estrada de Manutenção da Imigrantes, a parte mais bonita da viagem com suas ladeiras e a visão do mar no horizonte.

Das centenas de ciclistas que fizeram parte da Bicicletada Interplanetária e foram barrados na estrada, até os milhares que tomaram parte no “3º Passeio Cicloturistico Rota Márcia Prado 2011”, pouca coisa mudou para a circulação das bicicletas nas estradas paulistas. Mas a cada ano fica claro que muita coisa pode e, principalmente, precisa mudar.

Enquanto a bicicleta for apenas uma convidada ilustre nas estradas ou personagem insólito nas ruas, a demanda continuará reprimida e menos pessoas irão optar pelos benefícios da bicicleta, multiplicando os malefícios para a sociedade do excesso de veículos motorizados.

O caminho é simples, valorizar quem já optou pela bicicleta e convidar aqueles que quiserem pedalar a faze-lo mais vezes. E esse convite se traduz, principalmente, em uma infraestrutura permanente e de qualidade para a circulação de bicicletas. O que na estrada quer dizer exatamente o que se vê no vídeo abaixo.

Conheça a verdadeira Ecovia:

Leia mais informações sobre a via expressa para bicicletas em Copenhague.

9 thoughts on “Uma estrada de bicicletas

  1. SIMPLESMENTE INESQUECIVEL…. PESSOAL DAQUI DO INTERIOR ESTARA PRESENTE NOS PROXIMOS EVENTOS…. A ORGANIZAÇAO ESTA DE PARABENS.

  2. E uma emoçao ver esta foto, pois pela primeira ves a imigrantes e enterditada para dar espaço para as bicicletas, se eu nao estivesse la diria que e mentira,creio que todos os anos vamos poder faser este evento cada ves melhor,parabems a todos que fizeram parte desta festa ciclistica….

  3. Foi uma das minhas maiores aventuras, me sinto feliz por ter feito parte desse grande acontecimento e acredito que se não fosse a chuva, não seria tão emocionante e refrescante.

Leave a Reply to REINALDO Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *