Audax 200 km Niterói – Saquarema – Niterói

Percorrer 200 km de bicicleta dentro do tempo de 13 horas e 30 minutos, equivalente à velocidade média de 15 km/h, pode não parecer uma atividade saudável, agradável ou mesmo útil, visto que a chegada é no mesmo local da largada. Mas o gosto pela mobilidade por bicicleta pode transformar uma prova de Audax, um tipo maratona não competitiva promovida em todo o planeta, num dia único, para os que souberem aproveitá-lo.

Foto: Gustavo

Quando um grupo de amigos percorreu um trecho do trajeto da prova algumas semanas antes, puderam perceber quão dura poderia ser a viagem e também que o companheirismo ajudaria a amolecer as dificuldades. Que pedalar em grupo é ótimo ninguém nega, mas que tal percorrer 170 dos 200 km do tal Audax num grupo de 4 amigos, que juntos enfrentaram o dia mais quente do ano no Rio de Janeiro, paralelepípedo, terra, vento contra e até uma estrada movimentada à noite?

Foto: Bruno

Na manhã do dia 10 de março deste ano 37 ciclistas de quatro estados alinharam pra largada do Audax 200 km Niterói – Saquarema – Niterói e treze horas e meia depois, 34 haviam completado o percurso. Qualquer veículo a propulsão humana pode participar de uma prova de Audax e isto inclui, patins, skates e patinetes, mas a bicicleta é unanimidade visto que é mais eficiente para este tipo de desafio.

Após uma manhã inteira de pedaladas administrando o calor, a poeira, os buracos, a preocupação com o trajeto, a localização e horário dos Postos de Controle e a ansiedade pela metade final da prova, chegamos a Saquarema para o almoço. Quase todos almoçaram no mesmo lugar e parecia mesmo um grande passeio entre amigos. Só parecia, pois depois do almoço as mesmas dificuldades da ida estavam bem piores na volta. Só as belas paisagens ainda eram as mesmas.

Foto: Bruno

Foi aí que os 4 amigos puderam vivenciar um Audax diferente de quem pedalava sozinho, pois a esta altura já estavam num ritmo semelhante e decididos a ir juntos até o fim. A bicicleta aproxima as pessoas e deve ser por isso que tantos amigos ou conhecidos decidem enfrentar a estrada juntos. Pedalar em grupo é ótimo e ninguém nega, mas percorrer 170 dos 200 km do Audax num grupo de 4 amigos enfrentando asfalto, terra, paralelepípedo, vento contra, o dia mais quente do ano e chegar à noite, em último, cruzando a linha de chegada lado a lado é inesquecível.

Tags .Adicionar aos favoritos link permanente.

5 comentários para Audax 200 km Niterói – Saquarema – Niterói

  1. cezar Barbosa diz:

    > Valeu eduardo pelo relato, vamos ganhar força para que possamos fazer nosso novo relato de 300 km em Campinas.
    Um abraço.
    Cezar Barbosa

  2. giba diz:

    Boa tarde,

    Há algum site onde posso encontrar mais fotos deste evento, principalmente da chegada?
    E como foi a entrega dos Brevet’s e das medalhas, aconteceu tudo durante/qdo na chegada?
    Pergunto isso por que tbm sou ciclista e estou pensando em participar deu um Audax.

    Pela atenção, obrigado!

    giba

  3. Solano (Birucas) diz:

    Oi bom dmais, participei do Audax200, 2008 DF dia 09/03/2008 e irei participar do audax 300 dia 13/04…vamos

  4. Raphael Couto diz:

    Olá , eu participei do primeiro Audax RJ em 2007, foi uma experiência única, inesquecível, a segunda foto postada, sou eu de camiseta branca em uma estrada de asfalto, foto tirada pelo amigo Bruno , companheiro da viagem junto com o Felipe q aparece na terceira foto.Consegui terminar a prova em 13hrs e 15 mintuos depois de tantos problemas ocorridos.

  5. Lucas Duarte diz:

    Olá pessoal! Eu tenho 15 anos e quero percorrer 200km de bicicleta,em um percurso de Brasília a Goiania em um dia!Eu estou querendo muito fazer isso mas o único problema é que eu não sou acustomado á andar de bicicleta.Isso será um grande desafio,mas acho que consiguerei.

Deixe uma resposta