Problemas Cicloviários

Ciclovia de Botafogo – Foto Zé Lobo

Uma reportagem televisiva apontou irregularidades em ciclovias cariocas. Foram apresentados os conflitos no espaço destinado aos ciclistas, protagonizados por pedestres e ambulantes. O outro problema, foi em relação a ciclovia de Botafogo que tem erros graves no seu traçado. Postes, orelhões e até mesmo um relógio de rua impedem a circulação.

Vale a lembrança que não ficou clara na reportagem. O respeito aos pedestres é fundamental e reduzir a velocidade ao ultrapassá-los é uma questão de civilidade. Corredores em especial merecem mais respeito, já que também têm direito ao uso da ciclovia. Aos que se incomodarem com os pedestres, vale informá-los cordialmente que circulando na pista destinada as bicicletas estão não só desrespeitando a conduta estabelecida, como também expondo a si e aos outros a riscos desnecessários.

Um bom planejamento cicloviário deve ser construído para minimizar situações de conflito. No caso de Botafogo, ocorre infelizmente o contrário. Com o estacionamento irregular, os ciclistas são forçados ou a oprimerem os pedestres na calçada, ou a se sentirem oprimidos pelos motoristas. Tudo isso em uma rua que conta, teoricamente, com espaço exclusivo para as bicicletas.

A Media Player is required.

Tags , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

3 comentários para Problemas Cicloviários

  1. Esse vídeo podia ter sido filmado aqui em Portugal… Só os carros não têm nada no caminho. Ciclistas e peões estão permanentemente em provas de ultrapassagem de obstáculos. Raios partam os arquitectos e engenheiros de secretária! :-(

  2. Renato diz:

    Concordo com a Ana: o mesmo poderia ser dito de algumas partes das ciclovias em Curitiba e São José dos Pinhais. Porque tantos obstáculos? Se é para fazer uma péssima ciclovia, não façam. Ou perguntem a quem entende: os ciclistas.

  3. Eduardo diz:

    Pior é quando descobrimos o quanto custaram essas ciclovias. As obras não são baratas, usam o nosso dinheiro e a população não é beneficiada. Uma lástima!

Deixe uma resposta