Vá de bicicleta para o trabalho

52% das pessoas que visitam este blog usam a bicicleta como meio de transporte diário. Deste total, 33% usam a bicicleta para ir ao trabalho e 19% como meio de transporte diverso (confira o gráfico).
uso da bici

ir ao trabalho – 100 – 33%
lazer – 69 – 23%
esporte – 63 – 21%
meio de transporte diverso – 57 – 19%
outros… – 9 – 3%
turismo – 8 – 3%
TOTAL = 306

O resultado parcial foi colhido na pesquisa lançada aqui no dia 30 de abril.
Perguntamos também quais seriam os motivos que impedem as pessoas de usar a bicicleta como veículo para o trabalho. O medo do trânsito foi apontado como a principal dificuldade, atingindo 26% das respostas. Em seguida, vem a falta de um lugar adequado para estacionar/guardar a bicicletas.
Untitled 1
(confira quais são os outros motivos citados para não usar a bicicleta)

Embora tenha sido feita sem critérios científicos ou rigor estatístico, mesmo assim achamos que a pesquisa fornece dados que merecem reflexão. O medo do trânsito e a falta de bicicletários representam 50% dos motivos para o não-uso da bicicleta. Mostra que os problemas concentram-se basicamente em poucas causas. Qualquer melhoria na segurança e na oferta de vagas para bicicletas pode aumentar o número de usuários da bicicleta nas cidades.
Numa análise global, por outro lado, os critérios subjetivos (ter medo do trânsito e achar incômodo o uso da bicicleta, 44%) são maiores que os fatores objetivos (falta de estacionamento e distância, 35%). Isto comprova que o uso da bicicleta depende muito de uma postura pessoal, do modo como cada um de nós vê o problema. Até que ponto, por exemplo, o incômodo do suor e da necessidade de trocar de roupa é maior do que o incômodo de ficar buscando vagas ou ficar presos em engarrafamentos??

Ir de bicicleta para o trabalho tem mais vantagens do que desvantagens. A Transporte Ativo preparou o folheto Vá de bicicleta para o trabalho para incentivar as pessoas a adotarem este hábito saudável e econômico.
para o trabalho
Pense nisto. E divulgue!

Tags , .Adicionar aos favoritos link permanente.

6 comentários para Vá de bicicleta para o trabalho

  1. Vou de bike para o trabalho de vez em quando. Acho ótimo! Mas penso que a prefeitura ainda tem que fazer muito para que o sonho de ver a bike se transformar em meio de transporte se realizar. Melhor o trânsito e incentivar as empresas construir locais onde os funcionários-ciclistas pudessem tomar banho e se trocar, seria uma delas.
    abração

  2. Tainá diz:

    Vou para a faculdade e para o trabalho também de bike, mas tenho dificuldades quanto ao desrespeito dos automóveis e locais adequados (e seguros) para guardar a bicicleta…
    E concordo com a sugestão do Julio Cesar Correa em um local de apoio ao ciclista, apesar de eu achar dificil atualmente pela demanda dessa necessidade…
    Abraço! ^^

  3. Raul Sanvicente diz:

    Estou indo cada vez mais de bici para o trabalho. Também faço outros percursos fora do lazer. Obviamente, uso a bike também nas horas de lazer. As maiores dificuldades: o trânsito, lugar para deixar a bike e lugar para trocar de roupa. Meus percursos são de 6 km, em média, totalizando ao dia 22, 24 km. Cidade: Porto Alegre (RS).
    Obrigado.
    Raul

  4. Na semana passada foi quando enfim desenterrei o projeto “commute by bike”. Foi muito interessante perceber que levei, na bicicleta, o mesmo tempo para percorrer o trajeto de volta, só que de carro -- na realidade, sendo o veículo mais lento no trânsito, optei por um traçado um pouquinho mais longo (uns 600-800m talvez) e ainda assim, cheguei minutos antes do que chegaria se tivesse utilizado meu carro. O trajeto diário varia entre 26 e 28 km. Minha dúvida é: num trajeto de 40-50 km diários, compensa a opção pelo transporte ativo, numa cidade em que toda e qualquer via de acesso acaba virando um corredor, que é o caso das zonas sul e oeste (Barra), aqui no Rio?

    Tenho a impressão de que o problema começa na auto-escola, onde em nenhum momento se fala sobre os veículos de propulsão humana (VPHs). Ou seja, esbarramos mais uma vez na questão central: educação. O negócio é que isso é um projeto demorado demais e está difícil de haver comprometimento dos governos nesse sentido.

    []s,
    hdab.

  5. 3ernard0 diz:

    Olá, estou procurando alguma pesquisa que indique se as pessoas que usam bike, também tem carro, mesmo que usem menos. Será que consegue me ajudar?

    Se consegui me manda por favor por e-mail? bealoha@gmail.com

    Obrigado e parabéns pela sua pesquisa, acho que já é um indicativo bem interessante.

Deixe uma resposta