O Prazer e Teoria da Relatividade

Einstein

A bicicleta é um pequeno vício que beneficia os infectados. Não foi diferente com o jornalista e neo-ciclista Pedro Cirne. Ele aceitou o desafio de escrever sobre como é trocar o carro pela bicicleta por uma semana.

Já no segundo dia uma importante conclusão, todas as distâncias de bicicleta são percorridas em 15 minutos. Ainda que o relógio marque o dobro disso, o prazer de pedalar se encarrega de relativizar o tempo e o espaço. É a “Teoria da Relatividade” aplicada as bicicletas.

Como diria o próprio Albert Einstein: “A vida é como andar de bicicleta. Para manter-se equilibrado é preciso continuar em movimento.” Vale confirar os relatos do Pedro no Especial de Trânsito. Ele ajuda a mostrar benefícios evidentes que todo ciclista pode desfrutar, mesmo em São Paulo. Cidade famosa pelo trânsito intenso.

Os outros quatro jornalistas optaram pelo Transporte Público, sempre dentro da premissa de ver um mundo possível hoje, com uma nova mobilidade. Confira a íntegra.

Tags , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

2 comentários para O Prazer e Teoria da Relatividade

  1. Humberto diz:

    Essa foto do Einstein na bicicleta é fantástica, eu tenho um poster dela!

  2. Claudia Tavares diz:

    Esta foto está na fachada do Museu Histórico Nacional, no Rio, divulgando a exposição do Einstein, aberta até 06 de junho de 2010. Muito boa mesmo! Pesquisei no Google para enviar à TA, e eis que no Google tem o link para esta página do blog! abraços

Deixe uma resposta