As Amarelinhas já Chegaram

Tags , .Adicionar aos favoritos link permanente.

5 comentários para As Amarelinhas já Chegaram

  1. RC diz:

    Renato, sabe se a história de ir lá ajudar (e aprender) no conserto das bikes, aos sábados, está rolando mesmo?

  2. Eduardo diz:

    O sistema Bicicleta Livre é fantástico, mas já existe um sistema similar em funcionamento no Brasil na FIOCRUZ, no Rio de Janeiro. As bicicletas não ficam exatamente soltas pelo campus, mas há dois pontos em que a comunidade (alunos, funcionários e professores) pode pegar/devolver as magrelas. O funcionário preenche um papel com o nome e a hora, e só. Só há dois pontos pois o campus não é tão grande e entre eles está a principal demanda de transporte da comunidade.
    Um sistema diferente existe há anos na UFRuralRJ. O Decanato de Assuntos Estudantis recolhe, recupera e empresta aos alunos bicicletas abandonadas por ex-alunos nos alojamentos. A única exigência é que a bicicleta seja mantida em bom estado e devolvida antes da formatura. Quem não devolver em bom estado não cola grau.
    A prática de empréstimo de bicicletas ganhou um fortíssimo aliado com a iniciativa na UNB. Espero vê-lo crescer e se disseminar pelo país.

  3. As oficinas aos sabados estão acontecendo normalmente durante as férias. A partir das 10h da manhã já tem gente arrumando as magrelas, aprendendo e ensinando.

    Eduardo, você tem maiores informações e os contatos desse pessoal da Rural e da FIOCRUZ? o projeto existe desde 2007 e nunca ninguém nos falou sobre tais iniciativas.

    Aproveito para deixar os contatos do projeto:
    http://www.bicicletalivre.unb.br
    bicicletalivvre[]gmail.com

  4. Pingback:Manual do Ciclista de Brasília « Bicicleta na Rua

  5. cristiano diz:

    O sistema de emprestimo de bicicletas da fiocruz é bem legal, apesar de algumas bikes estarem precisando de umas reformas. Minha esposa usa bastante para percorer o Campus da Fiocruz e eu ja usei algumas vezes.

Deixe uma resposta