Para o Meu Amor Passar

DSC08584

O Código de Trânsito Brasileiro define a bicicleta como veículo, ao lado de muitos outros. Mas não há definição possível para a festa e inspiração que vários ciclistas são capazes de despertar ao tomarem as ruas e avenidas de uma grande cidade. Uma bicicleta, veículo tão discreto, foi capaz de ganhar a dimensão de desfile quando 50 ciclistas resolveram ir juntos da Praça do Ciclista em São Paulo a um Cartório que fica a 8 quilômetros de distância.

Pessoas vão e vem de bicicleta e congregam nela momentos de lazer, prazer e realizam o anseio de chegar ao seu destino. Para o ciclista Willian Cruz o dia do seu casamento não foi diferente. Pedalar para ele é rotina há alguns anos, desde que enxergou o problema da (i)mobilidade em São Paulo de uma maneira diferente. Natural portanto comparecer ao cartório pedalando. A novidade ficou para alguns convidados e principalmente a imprensa, que viu como inusitado o que para o noivo era apenas a opção esperada.

DSC08588

O uso da bicicleta como meio de transporte em São Paulo ainda é percentualmente baixo, mas cresce a olhos vistos. Além disso, cada novo ciclista que passa a defender a importância da sua atividade cotidiana contribui para dar visibilidade a todos que pedalam. Afinal a discrição inerente as magrelas fundamentou o “Manifesto dos Invisíveis“.

Casamentos são sempre muito parecidos, uma igreja ou um cartório, votos de amor, testemunhas e algumas assinaturas. No entanto, através da “pequena mídia”, blogs e sites de relacionamento em geral, circulam cada vez mais fotos de noivos e casais recém casados que pedalam bem vestidos acompanhados por amigos. Uma obrigação formal, torna-se festa que se alastra pra ruas em um espetáculo alegre sempre contagiante e inspirador. Essa é a mágica da bicicleta.

Ryan Nuckel e Rachael Myers

—-
Mais:
No blog Vá de Bike do próprio Willian
Casamento De Bicicleta – Fotos, Vídeos, Textos
No Apocalipse Motorizado
Priscila e Willian

Tags , , .Adicionar aos favoritos link permanente.