Realidade Ciclointervencionista

Explicar fatos e relatar a realidade estará sempre aquém do vivenciar. E a bicicletada é definitivamente um evento que não pode ser traduzido em imagens ou textos. A Bicicletada Paulistana de Novembro teve seu ápice na invasão pacífica de um novo shopping. Em desacordo com a legislação municipal vigente, o centro comercial não foi inaugurado com o bicicletário.

Antes da bicicletada, uma única ciclista e a Folha Online não conseguiram estacionar uma única bicicleta. Para deixar a mensagem ainda mais clara, a massa de mais de 200 ciclistas adentrou o estacionamento em ritmo de festa, cantou clássicos hinos e novos gritos de guerra e voltou as ruas. Pairou o mistério nos seguranças, sem entender aquele movimento sem líderes e que da mesma forma que entrou, saiu. Mas o poder da massa ficou claro e espera-se que novos centros comerciais não mais sejam inaugurados sem respeitar a legislação em favor dos ciclistas.

Promover o uso da bicicleta pode ser feito de diversas formas. No Rio de Janeiro a Transporte Ativo buscou a diplomacia para convencer os shoppings a cumprirem a lei e terem infraestrutura para bicicletas. Em São Paulo a voz sem líderes da bicicletada tem sido uma grande responsável por dar visibilidade as bicicletas e também pressionar para que os ciclistas sejam vistos e respeitados.

—-
Saiba mais sobre a Bicicletada Paulistana de Novembro de 2009

Tags , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

Deixe uma resposta