Poder suave

Soft Power

Foi o professor Joseph Nye quem primeiro utilizou o termo “soft power” em seu significado corrente hoje. Nas palavras de Nye:

O conceito básico de poder é a habilidade de influenciar outros a fazer o que você quer. Há três maneiras de se fazer isto: uma delas é ameaçá-los com vara; a segunda é comprá-los com cenouras; e a terceira é atrair-los ou cooperar com eles para que queiram o mesmo que você. Se você conseguir atraí-los a querer o que você quer, te custará muito menos cenouras e varas.

Soft Power

Na Transporte Ativo até hoje nunca lemos a obra de Nye, mas é dentro do conceito de “poder suave” que agimos. Convencer pelo exemplo e prazer em detrimento da força e das recompensas. Afinal uma pessoa só é verdadeiramente convencida de algo quando quer.

Soft Power

Historicamente as mulheres sempre foram muito melhores na arte do poder suave do que os homens. Anos de guerras e expansão desenfreada contra tudo e todos são obras certamente creditadas aos homens. Atualmente cooperação e ajuda humanitária passou a ser também atributo de forças armadas.

Soft Power

Dentro dos preceitos desse “poder do futuro”, seguiremos firmes nos pedais de nossas bicicletas, essas máquinas femininas de transformar a força bruta das pernas em sensualidade de movimento. Ainda que as bicicletas tenham nascido no século XIX e o “soft power” seja uma teoria já defendida pelo Taoísmo há mais de 2500 anos.

****************

As fotos desse post foram tiradas durante a segunda etapa da campanha educativa “Rio Capital da Bicicleta”, realizada no posto 6 em Copacabana. Confira o álbum.

Mais na wikipédia:
Soft power
Lao Tzu, filósofo e alquimista chinês

Relacionados:
Promoção e educação para o uso da bicicleta
Educação Ambiental na Capital da Bicicleta
Desejos Femininos
Superpoderes Ciclísticos: Sensualidade
Frágeis Criaturas

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

Deixe uma resposta