E as bicicletas dominam as curtas distâncias

http://www.ta.org.br/blog/luzs.jpg

A partir dos dados obtidos no Desafio Intermodal Carioca 2010 construímos a tabela abaixo, onde fica clara a superioridade das bicicletas sobre outros modais em distancias curtas.

Nas longas o ideal é mesmo a integração dela com o Transporte Público, confira no recém lançado relatório do V Desafio Intermodal Carioca.

E se você está preocupado com o tempo, escolha aqui a melhor forma de se deslocar no Rio de Janeiro.

http://i2.wp.com/www.ta.org.br/blog/C_ZS.jpg?w=800

Tempos obtidos em 2 de setembro de 2010 no Rio de Janeiro, partindo às 18 horas. Os tempos considerados são da viagem completa, do ponto A ao ponto B, incluídos os deslocamentos de A até o modo de transporte e do modo de transporte até B, saindo e chegando como pedestres.

Tags , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

2 comentários para E as bicicletas dominam as curtas distâncias

  1. Amanhã entra um post programado baseado neste seu, comparando a distância percorrida com o Recife. 13km em torno de um ponto central atende a uma grande variedade de roteiros por aqui, é até demais. Bastam 8Km para percorrer toda a cidade (mesmo que na realidade, esta distância não seja tão correta, porque não se consegue fazê-la em linha reta!). Mesmo assim, serve de pano de fundo para uma nova cobrança dos políticos locais do porque não se implanta uma política séria de ciclomobilidade por aqui, e ao invés se gasta muito mais em avenidas e pontes para atender aos carros! E do NOSSO DINHEIRO dos impostos! Vamos ver no que dá. Amanhã 7H!

  2. Edu diz:

    É superior no tempo de viagem, na liberdade, na segurança (quem não fica parado é menos suscetível a assaltos), na economia, na praticidade, no prazer, na saúde, na sustentabilidade, no bom humor… :-)

Deixe uma resposta para Rogério Leite Cancelar resposta