Uma fonte para inspiração

Prédios modernos, ruas e avenidas, monumentos, museus, paisagens. Uma cidade tem tudo isso, mas é mais que o somatório de infraestruras. A verdadeira riqueza urbana é produzida por seus habitantes e vai além daquilo que se produz em fábricas. Atualmente o maior produto em circulação nas cidades são serviços. Idéias produzidas por mentes criativas nessa nova economia tem portanto mais valor do que a produção fabril.

Dentro dessa ótica, uma cidade no sul dos Estados Unidos buscou uma forma inovadora de se destacar dentre milhões ao redor do mundo. Local de moradia de dois tipógrafos, Chattanooga no Tenesse passou a contar com uma fonte tipográfica única que poderá ser usada livremente pelos órgãos governamentais e empresas locais.

A idéia é dar uma unidade visual à Chattanooga mais em acordo com a imagem propagada nos últimos anos pela cidade, que já foi uma das comunidades mais sujas do mundo nos anos de 1960.

A revitalização da região ribeirinha e um projeto de atração de artistas foram o motor da inovação e requalificação urbana até agora. A fonte exclusiva é mais um passo para tranformar essa cidade de 167 mil habitantes em um pólo da indústria criativa, aquela que depende da criatividade humana para prosperar.

Certamente um exemplo para cidades brasileiras, principalmente para São Paulo, que hoje está imersa na encruzilhada da (i)mobilidade urbana. Ainda que nem sempre tenha sido assim, capital paulista em 1907:

A cidade é uma das maiores e mais atraentes do Brasil, sendo notável por seus belos edifícios públicos, parques bem conservados e lindos bairros.

Os últimos 100 anos foram duros com São Paulo, a riqueza produzida na cidade serviu para uma expansão urbana desenfreada focada na mobilidade individual motorizada. As consequências estão estampadas diariamente no noticiário, congestionamento, poluição e perda da qualidade de vida.

Quebrar o ciclo vicioso de degradação urbana não é tarefa fácil, mas é o único caminho a ser seguido para que uma cidade possa atrair pessoas e gerar riquezas, um dos papéis milenares das ocupações urbanas.

Com informações da revista Good.is sobre Chattanooga e do Cidade para Pessoas sobre São Paulo.

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

Um comentário para Uma fonte para inspiração

  1. Realmente esse posto veio a calhar.. o governo investiu um valor irrisório na construçao de uma ciclovia na marginal do rio pinheiros, porém o ciclista que usa a bicicleta como meio de transporte ainda sofre e muito com a falta de uma faixa exclusiva e o desrespeito à bicicleta.

Deixe uma resposta