Resumo do que rolou na Rio+20

ITDP, Climateworks, Transporte Ativo, C40, UN Habitat, Studio X e SLoCat

Na Rio+20  a Transporte Ativo focou apenas no transportes sustentável e mobilidade. Uma das boas surpresas foi a disponibilização, através dos bancos de desenvolvimento (MDBs) de 175 Bilhões de dólares para os próximos 10 anos. A quantia será destinada ao transporte sustentável e claro que bicicletas e pedestres estão incluídos.

Rolou uma pedalada pelas ciclovias e ruas de Copacabana, no melhor estilo holandês, com o Ministro da Infraestrutura e Meio Ambiente da Holanda, o Embaixador da Dutch Cycling Embassy e parte da comitiva. Foi um momento de descontração em plena conferência além é claro da chance de experimentar pedalar por aqui. Todos se saíram muito bem dominando as ruas como se estivessem em casa.

Encerrando a participação da TA na Conferência, recebemos no pavilhão da UNEP, das mãos do Ministro  da Infraestrutura e Meio Ambiente da Holanda, a entrega simbólica do estudo  Climate Value of Cycling in Rio de Janeiro, para ser entregue à Prefeitura. Este estudo é o início formal de uma parceria entre a Dutch Cycling Embassy e a Prefeitura do Rio de Janeiro, onde a Transporte Ativo participa como facilitadora, aproximando a administração municipal, das iniciativas de promoção ao uso da bicicleta na Holanda.

Tags , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

2 comentários para Resumo do que rolou na Rio+20

  1. Isso é que Ministro.. A Holanda está de parabéns!!

  2. Rolou uma pedalada pelas ciclovias e ruas de Copacabana, no melhor estilo holandês, com o Ministro da Infraestrutura e Meio Ambiente da Holanda, o Embaixador da Dutch Cycling Embassy e parte da comitiva. Foi um momento de descontração em plena conferência além é claro da chance de experimentar pedalar por aqui. Todos se saíram muito bem dominando as ruas como se estivessem em casa.

Deixe uma resposta