Como construir ciclorrotas colaborativas.

Cerca de 30 pessoas estiveram presentes à oficina de avaliação de demanda para o sistema cicloviário no Centro do Rio de Janeiro.
Foram traçadas as rotas utilizadas hoje, as desejadas, pontuados os principais pontos de origens e destino, bicletários existentes e desejados, tudo em busca de uma rede coerente com a demanda existente.

A galera foi dividida em três grupos:
– G1 pessoas que pedalam pelo Centro,
– G2 pessoas que pedalam e gostariam de pedalar no Centro,
– G3 pessoas que n√£o pedalam.

Além disso haviam quatro mapas:
– M1 Rotas utilizadas hoje e desejadas,
– M2 Origens e destinos,
– M3 Bciclet√°rios, oficinas e equipamentos de apoio (chuveiro, bomba de ar) existentes e desejados,
– M4 Projetos existentes para o Rio sobrepostos para identifica√ß√£o de pontos de conflito e conex√Ķes.

Cada grupo trabalhou durante 30 minutos em cada mapa e agora o próximo passo é sobrepor todos os mapas produzidos durante a oficina para consolidar as rotas mais usadas e desejadas. Concluído o trabalho, haverá um novo encontro para validar os resultados e aí começar a próxima fase.

Ao mesmo tempo em que os mapas serão consolidados, haverão três contagem de ciclistas em diferentes pontos do centro do Rio, para medir e comprovar nas ruas o que foi apontado na oficina.

Quem quiser colaborar, at√© 5 de setembro estaremos recebendo rotas utilizadas e desejadas para incluir no estudo. Basta enviar um email para ciclorotas@ta.org.br para receber instru√ß√Ķes de como contribuir.

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

5 coment√°rios para Como construir ciclorrotas colaborativas.

  1. Ol√° gostaria de maiores informa√ß√Ķes de como promover uma a√ß√£o destas em minha cidade.

  2. Oi, gostaria de informa√ß√Ķes sobre os estudos.

  3. Polary diz:

    ol√° gostaria de saber maiores informa√ß√Ķes de como iniciou o projeto e como ser√° executado: alexpolary@gmail.com —- obrigado.

  4. eu ando pelas vias principais do rio

  5. √ČRIKA MENDON√áA diz:

    ol√° gostaria de mais informa√ß√Ķes tamb√©m, sou de Teresina -- Piau√≠

Deixe uma resposta