Como pedalar de óculos na chuva

ciclista-na-chuva_IMG_7871

Cada gota entre o óculos e o rosto rasga um pouco e cega os olhos outro tanto. Mas quando a chuva de verão vem forte e postergar a pedalada é indesejável ou impraticável, resta seguir.

Uma boa capa de chuva eventualmente irá sofre com a densidade da água que escorre pelo cangote peito abaixo. As lentes coberta de gotas acabam por mais atrapalhar a visão do que corrigir as distorções da miopia.

Luzes de freio, concentração total nos buracos e tampas de bueiros. Por caminhos conhecidos fica tudo mais simples e aos poucos é possível se entregar ao prazer da água que cai, torrencial.

Concluída a aceitação o aprendizado passa a ser a cegueira e o instinto de seguir quase de olhos fechados. Não existe mais velocidade, apenas a fluidez.

A água escorre pela capa de chuva, no rosto, sobe do chão para os pés, percorre os pneus. Desce pelos paralamas, acumula-se nas pequenas depressões no asfalto. Torna-se nada, apenas água. E chega-se ao destino.

Tags , , .Adicionar aos favoritos link permanente.

3 comentários para Como pedalar de óculos na chuva

  1. odir diz:

    não entendi. como pedala na chuva com óculos? eu uso óculos, pois entram coisas nos olhos, da sujeita que tem nas ruas da ZN, mas com chuva, principalmente nas descidas, eu subo os óculos, pois água tampa a visão e fica perigoso pra kct, como tb fica perigoso na campo de bagatelle, que é plana mas só se atravessa no pau.. então, qual sua receita pra não acumular água nos óculos? tá faltando alguma parte no texto! cadê o resto, a solução que vc aponta no título do texto?

  2. Du Dias diz:

    Um boné ajuda, mas não resolve. Tem um produto que você pode passar nas lentes para que a água escorra, é tipo um limpa-vidros para óculos, ajuda bastante também. No mais é isso, além é claro de fazer os percursos mais conhecidos e evitar desenvolver velocidades mais altas, como relata o txt acima.

Deixe uma resposta