A bicicleta segue o rumo do seu próprio coração

  

A Transporte Ativo juntamente com as organizações locais, Grupo Charlas Urbanas e Grupo Trilha Aventura, realizou nos meses de maio e abril duas contagens de fluxo de ciclistas na cidade de Alegrete, no Rio Grande do Sul. Foram as primeiras contagens realizadas numa cidade pequena e a primeira em território gaúcho.

Localizada na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, é o maior município em extensão territorial do estado.

Na primeira contagem o local escolhido foi a Ponte Borges de Medeiros, localizada sobre o Rio Ibirapuitã, única ligação da Zona Leste da cidade com a região Central. Já na segunda contagem, o local escolhido foi a Praça do Bebedouro localizada na Av. Marechal Rondon. Local onde será implantada infraestrutura exclusiva para ciclistas, afim de realizar nova contagem comparativa que permita observar o impacto da mesma no futuro.

Nos dias 6 de maio e 17 de junho, datas das contagens, fazia muito frio na cidade fronteiriça de Alegrete.

Na primeira foram contabilizadas mais 1600 viagens em bicicleta em 12 horas. Apesar de já ter uma expectativa de que seria grande o fluxo de ciclistas na ponte, os números foram surpreendentes.

 Já na segunda contagem os números foram mais singelos, 309 ciclistas passaram pelo local, mas não menos significativos. Pois, apesar da Avenida Marechal Rondon ter uma localização estratégica, nas proximidades da mesma é possível encontrar diversas vias como opção de caminho. Algumas mais planas e outras com pavimentação de melhor qualidade do que a via observada.

Ainda na segunda contagem, observou-se um aumento no percentual de mulheres utilizando a bicicleta em relação a primeira.

Para saber mais acesse os relatórios disponíveis em nosso site:

Primeira Contagem de Ciclistas do Alegrete

Segunda Contagem de Ciclistas do Alegrete

Tags .Adicionar aos favoritos link permanente.

Deixe uma resposta