Ampliando o conhecimento sobre o uso da bicicleta nas cidades da América Latina

ruedalab

A Transporte Ativo esteve presente no primeiro Congresso de Ciclismo Urbano da América Latina, chamado “Ruedalab.” O congresso teve foco academico e aconteceu nos dias 7 e 8 de novembro em Bogotá, Colombia.

A Transporte Ativo foi representada no congresso através de dois dos 32 trabalhos seleicionados para serem apresentados no cogresso. Jonas Hagen, colaborador da TA, apresentou um trabalho sobre a pesquisa “Perfil do Ciclista Brasileiro”, que incluiu como co-autores o Zé Lobo e a Gabriela Binatti da TA. Esses últimos também foram co-autores de outro trabalho chamado “Avaliação da inclusão da bicicleta nos planos de mobilidade urbana de cidades brasileiras”, uma projeto em parceria entre TA, Bike Anjo e UCB,  apresentado no cogresso pelo diretor da UCB Guilherme Tampieri.

Jonas Hagen explica o trabalho sobre a Pesquisa Perfil do Ciclista Brasileiro na sessão de posters

Jonas Hagen explica o trabalho sobre a Pesquisa Perfil do Ciclista Brasileiro.

Outros destaques do congresso icluiram:

  • Uma apresentação sobre redes para bicicletas “de baixo estress” (“low stress”) pesquisadora estadounidense Jennifer Dill, que mostrou como as redes com velocidades e volumes baixos de trânsto motorizado ou com ciclovias protegidas podem atrair novos usuários e em especial mulheres, ciranças e idosos;
  • Um programa inovador da Secretaria da Mulher da Cidade de Bogotá, chamado “safetipin” (“agulha de segurança”) que permite que as usuárias da bicicleta indentifiquem lugares na rede cicloviária aonde não se sentem seguras através do GPS de smartphones, apresentada pela secretaria Cristina Vélez Valencia;
  • Dados da pesquisadora bogotana Olga Lucía Sarmiento sobre as ruas de lazer dos domingos e feriados de Bogotá, que mostram que o 56 % das mulheres que andam de bicicleta nesses eventos disseram que as ruas fechadas ao trânsito motivaram elas a usarem a bicicleta, contra 45 % dos homens que disseram a mesma coisa.
Um membro de uma organização civil pro-bicicleta de Bogotá fala com participantes do congresso num dos intervalos do congresso

Membro de uma organização civil pro-bicicleta de Bogotá fala com participantes do congresso num dos intervalos.

A pesquisa academica é muito importante para ampliar o conhecimento do uso da bicicleta nas cidades da América Latina em geral e no Brasil em particular. Os trabalhos rigorosos do ambiente acadêmico também resforçam os esforços do poder público e das organizações da sociedade civil que procuram aumentar o uso da bicicleta e melhorar as redes cicloviárias. Por isso a TA teve orgulho de participar deste evento e espera participar de outras edições futuras do congresso Ruedalab.

 

Adicionar o link permanente.

Um comentário para Ampliando o conhecimento sobre o uso da bicicleta nas cidades da América Latina

  1. Parabéns pelo sucesso e divulgação do uso da bicicleta na AL. A divulgação de boas práticas deve ser mantida, tornando seu efeito multiplicador cada vez mais presente nas escolas e círculos de influência. Vamos em frente!

Deixe uma resposta