Vaga Viva 2008

Um executivo engravatado a passos rápidos fala ao celular, aparentemente isolado do mundo à sua volta, mas de repente pára.
Uma funcionária de consultório médico no 6º andar vai checar rapidamente o clima pela janela e também pára.
Mesmo os motoristas geralmente apressados reduzem a velocidade para observar.
Por outro lado quem tinha pressa de chegar ao outro lado da rua nem parava, passava direto.

[photopress:DSC07429.JPG,full,centered]

Bate papo tranqülio na vaga viva.

Todos os personagens estiveram nesta sexta-feira na Rua Senador Dantas no centro do Rio de Janeiro e vivenciaram a Vaga Viva 2008.
Duas vagas de carro foram ocupadas com grama sintética, bancos, cadeiras, duas arecas e uma figueira. No meio disso tudo uma larga passagem de pedestres com o singelo convite escrito em giz no chão: “PASSE”. E passaram. No horário do almoço contagens amostrais de um minuto indacaram que 1400 pessoas/hora usaram o espaço para atravessar a rua. Cerca de 7000 o fizeram ao longo das 12 horas de atividade e dessas 48 pararam para conversar sobre o uso do espaço público. Também tivemos a participação de um poeta que recitou suas poesias dançando.

[photopress:DSC07442.JPG,full,centered]

Poeta improvisando uma performance em momento de pura arte de rua.

Pelo 3º ano consecutivo o centro do Rio foi palco desta atividade mundial que apresenta aos cidadãos uma pequena amostra de uma outra cidade, dedicada às pessoas que podem então celebrar felizes um melhor uso do espaço urbano.

[photopress:DSC07469.JPG,full,centered]

Brincadeira com o comportamento de algumas pessoas que simplesmente evitam pisar na grama.

Saiba mais:
Park(ing)
O que são Vagas Vivas?
Hoje essa vaga ganhou vida!
Vaga Viva e estacionamento cinelândia
Um pouco de ação direta
Vaga Verde em BH

5 thoughts on “Vaga Viva 2008

  1. Zé, você poderia me passar por email todas as fotos? Tô afim de colocar no álbum do Flickr junto das minhas.

    []

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *