Analise do fluxo de ciclistas apoia o Plano Cicloviário do Rio de Janeiro e o Distrito de Baixa Emissão

26522D

Ao longo de 2021, realizamos uma série de contagens no Centro do Rio em parceira com ITDP e Labmob. O objetivo era identificar o volume e fluxo de ciclistas nos principais acessos ao Centro do Rio, ajudando a identificar as rotas mais utilizadas e servindo de base para orientar prioridades para investimentos públicos, otimizando recursos municipais disponíveis.

26522B

A pesquisa foi realizada entre maio e outubro de 2021 em 10 pontos de contagem, definidos em parceira com a CET Rio e SMTR. As contagens seguiram a metodologia de TA para contagens presenciais, considerando além do volume de ciclistas, suas características como gênero, faixa etária, carona, tipo da bicicleta, uso de bicicletas compartilhadas, velocidade média, dentre outros. A riqueza desses detalhes permite um melhor planejamento, seguindo a máxima Conhecer para Planejar.

26522a

Os resultados reforçam a importância de se planejar para bicicletas na região e auxiliam na compreensão do uso destas na região, para auxiliar no desenvolvimento do plano cicloviário carioca, em elaboração pela Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) e pela Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), com o objetivo garantir qualidade e segurança na circulação de bicicletas em todas as regiões da cidade.

26522C

Este melhor conhecimento e planejamento de rotas cicloviárias no Centro do Rio, vai ao encontro da implementação do Distrito de Baixa Emissão de Carbono, que prevê a inclusão dos 33 quilômetros de rotas cicláveis (Ciclo Rotas Centro) na região central para reduzir drasticamente as emissões de gases de efeito estufa e demais poluentes do ar na região, além de fornecer opções sustentáveis de acesso às atividades locais. O Distrito de Baixa Emissão é um projeto coordenado pelo Escritório de Planejamento – SMFP, com o qual temos outras parcerias visando este importante passo que o Centro do Rio de Janeiro dá a um futuro mais resiliente e sustentável.

26522e

Para conhecer os resultados da Pesquisa | Contagem de Ciclistas nos Principais Acessos ao Centro do Rio de Janeiro, clique aqui!.

 

Vai Longe 2ª Edição | Resultados

2VLPAP

O Programa de Aceleração Vai Longe da Tembici já tem o resultado dos projetos selecionados que, de acordo com as necessidades apresentadas, dividirão os R$100.000,00 (cem mil reais) do edital, para implementações e execuções, até o final deste ano.

Ao todo, foram inscritos 50 projetos, a etapa de avaliação contou com a análise de um comitê de especialistas da Tembici e da Transporte Ativo, que selecionaram 12 finalistas para uma análise mais ampla.

Agradecemos a todos os participantes desta 2ª Edição do Vai Longe, que compartilham com a gente este propósito de inspirar uma revolução global de mobilidade, por mais pessoas em mais bicicletas mais vezes. 🙂

Conheça as organizações selecionadas e suas categorias:

Bike Cargueiras – Estruturação da reciclagem de Brasília

Categoria: Promoção ao uso de bicicletas.
Ana Carolina Caetano Matias / Brasília
Voltado para catadores ciclistas, o projeto visa a aquisição de novas bicicletas cargueiras e a reforma daquelas com condições de restauro, promovendo maior dignidade, conforto e segurança aos catadores que realizam a reciclagem sobre 2 rodas.

EBA! Aprendendo a Pedalar

Websérie – “Como Adotar a Bicicleta na sua rotina”

Categoria: Promoção ao uso de bicicletas.
Willian Cruz / São Paulo
Atuando em barreiras que impedem as pessoas de adotarem a bicicleta como meio de deslocamento, em seus episódios a websérie promoverá o uso da bicicleta como meio de transporte, contribuindo no processo de humanização das cidades.

Pedalzito

IX Prêmio Promovendo a Mobilidade por Bicicletas no Brasil

Untitled-2

Vem aí, a nona edição do Prêmio Promovendo a Mobilidade por Bicicletas no Brasil! Desde 2014, a Transporte Ativo em parceria com o Banco Itaú, realizam a atividade que consiste em premiar as melhores iniciativas de promoção ao uso de bicicletas no país, nas categorias, Ação Educativa & de Conscientização, Levantamento de Dados & Pesquisas e Empreendedorismo.

No início de Junho, terão início as inscrições, que seguirão abertas até o final de Julho. Comece já a preparar seu material para envio, em breve divulgaremos a abertura das inscrições e a premiação.

Boas ideias merecem ser reconhecidas e homenageadas!

Conheça nos links abaixo, os resultados das edições anteriores.
Resultado Edição Especial 2021
Resultados 2020
Resultados 2019
Resultados 2018
Resultados 2017
Resultados 2016
Resultados 2015
Resultados 2014

fundo_Premio2

2ª Edição Vai Longe | Programa de Aceleração de Projetos

2VLPAP

Faz um ano que orgulhosamente lançávamos em parceria com a Tembici o Programa de Aceleração Vai longe! Agora é a vez da segunda edição, com novidades e maior aporte financeiro para os selecionados! O Vai Longe é o programa de aceleração de projetos, promovido pela Tembici, em parceria com a Transporte Ativo, que visa apoiar projetos que fomentem o uso da bicicleta como meio de transporte por meio de soluções inovadoras e que contribuam para a mobilidade no Brasil. Em busca de cidades mais humanas por meio do incentivo ao uso da bicicleta.

Serão selecionados até 4 projetos, iniciados nos últimos 12 meses e com previsão para serem concluídos ainda em 2022, em  3 categorias: Educação e conscientização, Promoção ao uso de bicicletas e Transformação das Cidades. Conheça a programação completa, regulamento, cronograma e inscreva seus projetos clicando aqui!

Conheça também os projetos selecionados na primeira edição.

2VLPAP2

Plano de Expansão Cicloviária Carioca

ciclorio_B

A Prefeitura do Rio, através da SMTR e CET-Rio, em parceria com ITDP Brasil, Tembici e Transporte Ativo, oferecem mais uma oportunidade de participação popular nos Plano de Expansão Cicloviário Carioca. Aliás, desta vez são duas opções, participação na enquete digital na Plataforma Virtual e participação nas Oficinas para Construção Colaborativa do Plano. A Plataforma Digital Participa.Rio pode ser acessada aqui, onde você encontrará também as datas das Oficinas e poderá fazer sua inscrição.
Essa participação popular irá nortear as ações dos órgãos da Prefeitura para a implantação de uma rede contínua de mobilidade que promova mais segurança e conforto no uso diário da bicicleta, e ainda visa conhecer quem usa a bicicleta para se deslocar e como é essa experiência na cidade. Além disso, coletar as percepções em relação a infraestrutura existente e a proposta de rede futura em cada Área de Planejamento da Cidade, propiciando assim um melhor uso do dinheiro público ao mesmo tempo em que se atende melhor as demandas existentes.