Vias emergentes para Cidades Resilientes

guiaBID

A busca por soluções viárias que ajudem no enfrentamento à pandemia segue firme. Um novo guia para estimular o caminhar e o pedalar durante a pandemia, foi publicado pelo BID Guía de vías emergentes para ciudades resilientes, sendo que este vai além e sugere que as soluções sirvam também para outras situações de emergência. Mais informação para que possamos preparar nossas cidades para reagirem rapidamente quando necessário ou até mesmo, já irem se preparando para qualquer situação inesperada. Clique aqui ou na imagem acima para baixar seu exemplar.

Em nosso Banco de Dados, estamos com uma seção chamada “Enfrentando os Desafios do Coronavírus“, onde estamos publicando os guias sobre o tema que temos conhecimento. Confira lá, já são oito opções vindas de diferentes países, uma delas genuinamente nacional realizada pela Cicloiguaçu.

Por uma boa Gestão Cicloviária no Rio de Janeiro

eleitoral

Novembro vem aí! Mês de eleições municipais e oportunidades para que a próxima gestão dê às bicicletas a importância que elas merecem, ajudando as cidades a melhorarem em diversos aspectos! Escolha bem pra quem vai o seu voto, confira o que pensam sobre os temas de seu interesse e se a mobilidade ativa está entre as suas prioridades urbanas. Busque candidatas ou candidatos que compreendam a importância dos modais ativos.
A Transporte Ativo é uma organização genuinamente Carioca, que desde 2003 busca soluções que favoreçam o uso de bicicletas e similares, sendo assim, preparamos o texto abaixo para ser divulgado àqueles que pretendem tomar as rédeas da direção da Cidade.

Tendo em vista os Marcos Legais e compromissos da Cidade do Rio de Janeiro:

  • Lei nº 5.248/2011 Mudança do Clima e Desenvolvimento Sustentável;
  • Carbon Neutral Cities Alliance 2015 – Corte de Emissões de GEE em 80% até 2050;
  • Compromisso C40 2017 – Neutro em emissões até 2050 com Reduções a partir de 2020;
  • Decreto Rio 46079/2019 – Cidade pelo Clima – Plano de Ação Climática;
  • Compromisso C40 2019 – Declaração das Cidades com ar limpo;
  • Decreto Rio nº 46.081 de 11 de junho de 2019 que declara a adesão da Cidade do Rio de Janeiro ao objetivo de promover ruas verdes e saudáveis, com ações planejadas para cumprimento de prazos de redução de emissões de gases de efeito estufa GEE.

E ainda, tendo em vista:

  • Melhoria da saúde da população;
  • Melhoria da qualidade de vida na cidade;
  • Melhoria da integração modal e das escolhas de meios de transporte;
  • Fomento a economia em suas vertentes além do esporte e lazer da população.

Criar um ambiente favorável ao uso da bicicleta e caminhadas é uma forma de se alcançar estes compromissos, metas e objetivos, pois:

As bicicletas podem proporcionar uma economia de até 19% no SUS e ganho de até R$ 525 milhões no PIB devido ao tempo economizado, segundo o documento Impacto Social da Bicicleta no Rio de Janeiro (CEBRAP). Podem também melhorar a qualidade de vida e saúde da população, alimentando o transporte público ao mesmo tempo em que evita aglomeração em tempos de pandemia. Podem promover a economia pessoal e empresarial através do esporte, lazer, turismo, entregas. São aliadas na prestação de serviços como patrulhamentos, manutenção em geral, limpeza urbana e mobilidade corporativa dentre outras.

 A Cidade do Rio de Janeiro pode retomar o protagonismo cicloviário que deteve por muitas décadas e se perdeu ao longo desta década, voltando a se destacar neste quesito, ficando ao lado de muitas cidades europeias, americanas, latino americanas e até mesmo brasileiras, que vem encontrando nas bicicletas soluções para diversos problemas que as cidades do século XXI encontram.

O Rio tem mais de 4 milhões de bicicletas, 2,5% da divisão modal com números semelhantes ao Metrô 2,9% e trens 2,5% (dados pré-pandemia) o dobro de táxis 1,13% (PDTU 2014). Tem um dos maiores volumes de entrega por bicicletas do mundo (Consultoria Dinamarquesa Copenhagenize), o sistema de Bicicletas Compartilhadas mais ativo do País, com 5 vezes mais viagens que qualquer outro sistema no Brasil e a estação mais movimentada da América Latina, na Central do Brasil. Hoje com aproximadamente 3% de divisão modal, as viagens em bicicletas já representam uma economia de 1% nas emissões de GEE (Gases do Efeito Estufa), se todas as viagens até 8km fossem feitas em bicicletas essa economia seria de 18% (CEBRAP), sendo assim o Rio estaria mais próximo de alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU e o Acordo de Paris dos quais é signatário, e também das metas de atividade física para a década da Organização Mundial de Saúde.

Hoje com 458 Km de Infraestruturas para Bicicletas construídas e mais de 4 mil bicicletários, apenas 19% da população carioca mora próxima às infraestruturas cicloviárias (ITDP). Segunda a pesquisa Perfil do Ciclista 2018, houve um aumento do uso de bicicletas como meio de transporte de 132,5% entre 2013 e 2018 e dentre os pesquisados seus principais destinos eram: ida ao trabalho 77,3%, compras 53,7%, estudo 27,7% e deslocamentos sociais 56,9%. Pouco mais da metade deles, 57,1%, levam de 10 a 30 minutos (entre 2 e 6 Km) em seus deslocamentos e 34,3% faz integração com outros modais como ônibus, barcas, metrô e trens.

Hoje as bicicletas fazem parte do cenário da Cidade e planejar para elas pode ser de grande valia, pois o sucesso da mobilidade urbana depende da combinação de diversas opções de transporte e do uso de menos energia. Cidades que investem em facilidades para pedestres e ciclistas são beneficiadas com mais qualidade de vida, saúde da população, redução da poluição, dinamismo e diversificação econômica e oferecem mais alternativas de transporte urbano.

Para alcançar esse sucesso é necessária a criação de ambientes favoráveis ao uso da bicicleta e dos modos ativos de transporte.

Sugerimos algumas ações de fácil implementação, baixo custo e grande retorno para a cidade.

  • Conexão entre as infraestruturas existentes e integração com terminais de transporte público;
  • Qualificação das ciclovias, qualidade do piso e das transições como rampas, por exemplo;
  • Redução dos limites de velocidade em algumas vias, visando aumento da segurança viária como um todo;
  • Priorizar recapeamento asfáltico e nivelamento de bueiros em vias muito utilizadas por ciclistas;
  • Bicicletários públicos de alta capacidade.

Caso você conheça alguma candidata ou candidato a Vereador ou Prefeito na Cidade do Rio de Janeiro, ou mesmo tem um candidato preferido mas não o conhece, encaminhe este texto para que tomem conhecimento das possibilidades que planejar para bicicletas e pedestres podem trazer para o sucesso da gestão! Copie e cole, faça como preferir mas faça esse documento chegar lá! O Rio precisa retornar à seriedade no planejamento cicloviário.

E lembre-se: Vá votar a pé ou de bicicleta! 🙂

Dia das crianças com Jogos de Bicicleta III

mda_jogos-1b

Em 2018 realizamos o evento Bicicultura no Museu do Amanhã, a parceria para a realização foi um sucesso tão grande, que resultou em outras diversas atividades de lá pra cá. Dentre ela os Jogos de Bicicleta, que desde então já contou com diversas edições. Uma das mais marcantes delas e que este ano se repetiu pela terceira vez consecutiva, é o Dia das Crianças no Museu, rodadas especiais dos Jogos nesta data tão importante, onde buscamos juntar o veículo do amanhã, com os habitantes de nosso planeta também no amanhã, apresentando à estes os veículos que usarão no futuro e unindo fatores que são a essência do Museu, o amanhã.

DCIII

2018 ………………………………………………………….2019

Desta vez os Jogos foram realizados na parte lateral externa do Museu, com todos os cuidados necessários por conta da pandemia Covid-19, e mais uma vez os jogos levaram a cultura da bicicleta para crianças e seus responsáveis, num lindo dia de sol. A realização desta atividade é sempre algo muito gratificante para nós, para as crianças, seus responsáveis e também para o Museu, tudo em busca de um amanhã mais limpo, seguro e saudável.

jdb018

Os jogos são uma maneira divertida para treinar o equilíbrio necessário para pedalar. Clique aqui para conhecer mais sobre os jogos e aqui para fazer o download da cartilha com contém dicas de como promover as brincadeiras com suas crianças. Nesse momento de distanciamento social, pode ser uma forma de promover atividade física e divertida com elas. Essa foi a primeira atividade externa da TA em 7 meses.

Os Jogos de Bicicleta no Museu do Amanhã, foram realizados em 7 ocasiões, com 42 rodadas atendendo  aproximadamente 350 crianças.
Toda logística para realização dos Jogos é feita pedalando e as atividades são realizadas pelos Pedalentos.

 

Dia das Crianças pra gente grande e pequena

Foto: Bira Carvalho

Foto: Bira Carvalho

Com quantos anos você se sente hoje?

Estamos em Outubro de 2020, atravessando a pandemia da Covid-19, e nos aproximando do Dia das Crianças, celebrado no Brasil no dia 12 de Outubro, que nesse ano será uma segunda-feira, feriado prolongado, que por conta da Covid-19 pode nem parecer feriado para muitas pessoas. Que tal uma reflexão, de pensar sobre como nós, adultos, temos a oportunidade de vivenciar livremente a criança que existe dentro de nós. Já pensaram nisso?

Nesse cenário, a bicicleta pode ser uma grande aliada para reviver momentos e fazer o que a gente não podia fazer sem autorização prévia dos nossos responsáveis. Pegar a bicicleta e sair pelo bairro, desbravar ruas, curtir o vento no rosto e não ter hora para voltar pra casa.. Agora que somos “gente grande”, podemos fazer o que se deseja, na hora que der vontade  Boralá?

Você já se apropriou da criança que existe dentro de você? Já fez com ela tudo o que você queria que tivessem feito com você? Já liberou sua criança para se divertir e sair pedalando por aí?

Que tal se sentir com 12 anos, com o coração pulsante, com vontade de pegar a bicicleta e sair por aí, pedalar, pedalar, parar numa praça e passar um tempo no gramado olhando o céu e tentando formar figuras com a dança das nuvens? A hora é agora, hora para viver a plenitude da criança que existe dentro de cada pessoa que se tornou “gente grande”.

Feliz Dia das Crianças para nós!

.
Após dez meses os Jogos de Bicicleta voltam à ação, confira no site do Museu do Amanhã a programação para o Dia das Crianças e faça a inscrição de suas crianças.crianças.