Crianças no Dia Seguinte

As bicicletinhas marcaram presença na exposição O Dia Seguinte. Entre 10 de outubro a 10 de novembro, mais de 300 crianças, juntamente com seus acompanhantes, participaram dos Jogos de Bicicleta e receberam um conteúdo completo sobre como aprender a pedalar sem o auxílio das conhecidas rodinhas auxiliares.

jdbods1

Promover os Jogos durante uma exposição sobre mudanças climáticas foi irado! Fazer isso envolvendo crianças e seus responsáveis foi melhor ainda. Entre cones, argolas de borracha e muita brincadeira, as conversas sobre como cuidar do lixo que produzimos em casa, fluíram com muita facilidade. Às vésperas das festas de final de ano, tivemos papos incríveis sobre a possibilidade de reciclar uma bicicleta usada ao invés de pagar um valor alto por uma nova, que por conta do crescimento das crianças, será usada por pouco tempo. Já parou para pensar como essa atitude pode causar um impacto positivo na preservação do meio ambiente?

jdbods3

A exposição registrou um público de mais de 30 mil pessoas e, para nossa surpresa, passaram pelos jogos um número significativo de adultos que não sabiam pedalar. Dessa forma, como sempre gostamos de fazer, compartilhamos tudo que a gente sabe para que mais pessoas usem bicicletas mais vezes, colaborando com um mundo cada vez melhor, com mais qualidade de vida nas cidades.

jdbods2

As técnicas mirabolantes e infalíveis para aprender a pedalar estão aqui e o folheto com os Jogos de Bicicleta, nesse link.

Boralá fazer o mundo girar!

Sustentabilidade e Futuro para o Dia Seguinte

IMG_5553

Aconteceu na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, a exposição O Dia Seguinte, uma experiência imersiva sobre mudanças climáticas e cidades. Durante um mês, mais de 30 mil pessoas visitaram o espaço e tiveram contato com informações relevantes sobre as mudanças climáticas, o futuro das cidades, Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e principalmente, dicas sobre o que fazer e como se comportar em busca de um futuro mais limpo, justo e sustentável.
A Transporte Ativo, parceira desde a concepção, esteve presente com uma breve fala na abertura, Jogos de Bicicleta ao longo do mês e duas apresentações, com Zé Lobo e Eduardo Bernhardt, em várias rodadas, no último dia.

ab2

As apresentações foram “Do Aqui e Agora para o Futuro” com Zé Lobo e “Da Ecologia para a Sustentabilidade” com Eduardo Bernhardt. Na primeira o que já acontece hoje em nosso dia a dia, as tendências para o futuro, para além da tecnologia e acordos governamentais. Na segunda a visão de ecologia do Século XX e sua migração à Sustentabilidade no Século XXI. Na Sala de Leitura, para um público pequeno mas muito bem informado, aconteceram três rodadas das apresentações, sempre recheadas com excelente bate papo e troca de ideias no final.

ab1

A tônica das apresentações e das trocas que houveram em seguida, foi a sustentabilidade amparada em seus pilares: Ambientalmente Correta, Socialmente Justa e Economicamente Viável, tudo em busca de um Dia Seguinte mais limpo, justo e viável! Sim é possível, depende apenas das atitudes de cada um de nós em nosso dia a dia.
Enquanto isso, lá fora rolavam os Jogos de Bicicleta! Apresentando o Veículo do Futuro para a criançada e seus parentes. Os Jogos aconteceram durante os finais de semana da exposição. Mais de 300 crianças participaram e tiveram um ótimo contato com o veiculo que será muito comum em seus dias no futuro. Como podemos ver nas fotos à direita, muitos super-heróis estiveram presentes, nos garantindo que há esperanças de um futuro tranquilo e seguro!

ab3

Quanto a nós, continuamos prontos para seguir com a missão de apresentar as possibilidades das bicicletas e dos transportes ativos para o mundo! Sempre em busca de um futuro mais limpo e um trânsito mais seguro!

ab4

Parabéns a equipe da exposição que conseguiu fazer de uma ideia uma realidade, que com certeza ajudou muitas pessoas a conhecer melhor as possibilidades que nos cercam para que possamos no futuro comemorar como a Turma de Turismo que comemorou a formatura em plena exposição!

ab8

Roda de Conversa Pedestres

IMG_5764

Na quinta e última Roda de Conversa sobre Mobilidade Ativa no Museu do Amanhã em 2019, o tema foi Pedestres e para falar sobre esse importante tema da mobilidade urbana os convidados foram Thatiana Murillo fundadora do Caminha Rio, Danielle Hoppe gerente de transportes ativos do ITDP Brasil e o Prof. Julio Loureiro pesquisador de mobilidade urbana vencedor do prêmio Walking Visionary na conferência WALK21 2015. Thatiana abriu a conversa falando sobre os desafios de se caminhar nos grandes centros urbanos, seguida pela Danielle que ressaltou detalhes e ainda falou sobre as dificuldades de se incluir o assunto na pauta das administrações municipais. Antes da abertura da conversa para os participantes, o Prof. Julio Loureiro, recém chegado da WALK21 2019, onde foi à convite da TA, nos falou sobre possibilidades que o caminhar pela cidade pode nos proporcionar, incluindo entregas a pé, que tem um potencial gigantesco, muito pouco aproveitado na rotina das grandes cidades e ainda nos apresentou um panorama do que vem sendo pensado e tratado sobre o tema ao redor do planeta.

IMG_5768

As Rodas de Conversa Sobre Mobilidade Ativa, foram realizadas através de uma parceria entre a Transporte Ativo e o Museu do Amanhã, com o objetivo de ampliar o tema mobilidade nas atividades do Museu e em busca de novos públicos para a TA. Elas aconteceram aos segundos sábados de cada mês e esperamos renovar a parceria para em 2020 continuarmos com este importante canal de troca de ideias, informações e novas parcerias. Os temas abordados nas cinco edições de 2019 foram: Velo-city 2019, Cicloturismo, Livros & Bicicletas, Pedalando com as Crianças e Pedestres.  Além das rodas de conversa, a parceria com o Museu do Amanhã em 2019 nos trouxe ainda os Encontros sobre Mobilidade Ativa nos meses de Setembro e Outubro, Jogos de Bicicleta, nas férias do Museu e no dia das Crianças e o espetacular Mauá 360°, previsto para se repetir em Janeiro 2020.

Presença Brasileira na Conferência Anual Walk21

Por Prof. Julio Loureiro
walk1

A edição de 2019 foi a de número 20, tendo sido realizada na cidade holandesa de Roterdã. Um dos grandes objetivos do fórum mundial Walk21 é de recolocar os pedestres como protagonistas dos deslocamentos urbanos.
Em suas sessões possibilita anualmente debater e mostrar as melhores práticas relacionadas ao uso compartilhado do espaço, priorização dos meios de deslocamento sustentáveis, principalmente em contraponto ao uso dos automóveis e meios mais poluentes, com a contribuição de especialistas dos setores público, privado e terceiro setor de todo o planeta.
Requalificação de vias, segurança viária, políticas públicas de incentivo à retomada do hábito da caminhada, benefícios para o corpo e mente, redução de obesidade, sedentarismo e outras patologias modernas trazidas pelo conforto no ir e vir são alguns dos temas abordados.
Por ser um meio de deslocamento democrático, além do incentivo ao seu uso mais regular, prescinde de adaptações que vão muito além do intervalo de abertura e fechamento de sinais de trânsito, passa pela acessibilidade de vias, redução do espaço entre calçadas em pontos de cruzamento de vias, conscientização de motoristas, ciclistas e pedestres para um deslocamento seguro, requalificação de calçadas, integração com os meios de transporte de massa e adequação nas legislações para que seu uso seja ampliado e encorajado.

Walk22

Na edição deste ano muitos trabalhos foram apresentados e debatidos em profundidade, incluindo a contribuição da utilização de vias para a realização de entregas da última milha, com a apresentação de um estudo de caso sobre o tema.
A apresentação feita com a inclusão do tema da logística teve por objetivo apresentar as alternativas para a realização de entregas, considerando o uso de meios sustentáveis, com baixo apelo tecnológico e de automação, pois se acredita que até que as tecnologias promissoras sejam acessíveis às empresas de todos os portes e segmentos, existirá espaço para o uso de meios tradicionais que revisitados e resignificados, como as entregas a pé ou com o uso de bicicletas como opção principal ou complementação dentro do esforço logístico serão possíveis.
O estudo de caso ilustrou a operação de uma empresa do segmento de materiais de escritório, que utiliza um caminhão depósito, que permanece parado durante a operação de onde são efetuadas as entregas para um número proporcionalmente maior de destinos, quando comparada com as entregas tradicionalmente efetuadas, pois a equipe de sete entregadores assume o serviço diretamente no caminhão, dispensando a ida até o depósito central e retorno junto ao veículo até o ponto de distribuição, utilizando os carrinhos de entregas para os deslocamentos, que estão embarcados no próprio veículo, retornando para novas entregas, com uma cobertura que pode ainda ser ampliada, caso venham a ser incorporados entregadores com bicicletas com capacidade de carga e maior alcance.
Trata-se de solução replicável em grandes cidades que convivem com os desafios de restrições de circulação de veículos de maior porte, agravamento dos congestionamentos e poluição do ar e sonora.

W4

Ao longo do encontro foram feitos contatos que possibilitarão uma maior proximidade com instituições internacionais que também atuam na possibilidade de utilizar as vias públicas como meio de desdobramento das políticas de andabilidade e que por sua vez poderão beneficiar as entregas a pé, com suporte de carrinhos (com ou sem assistência motorizada), bem como com o suporte de bicicletas para as mais distantes.

O Prof. Julio Loureiro, viajou para a Walk21 2019 para apresentar seu trabalho com apoio do SENAC, Unigranrio e TA, é vencedor do Walking Visionary Award · Walk21 2015 em Viena,

Jogos de Bicicleta no mês das crianças

IMG_5335

Uhuuuuuu! Bicicletamos no meio das vigas de concreto e paredes do Museu do Amanhã e da Cidade das Artes. Deixamos nossa criança interior se misturar com as crianças de verdade durante os Jogos de Bicicleta, atividade que promovemos no Dia das Crianças no Museu do Amanhã e que também acontecerá todos os finais de semana de outubro até o dia 10 de novembro na Cidade das Artes, como parte da exposição “O dia Seguinte”.

IMG_5258

Durante os Jogos, haviam crianças, girando com bicicletas e se divertindo com diversas brincadeiras que ajudam no processo de aprendizagem para pedalar. Utilizando bicicletas de equilíbrio, que não contam com apoio de rodinhas e nem pedais, as crianças giram na pracinha de cones, fogem do monstro do lençol, caçam argolas de borracha e participam de outras atividades para treinar o equilíbrio. É pura diversão que envolve quem está acompanhando as crianças e também desperta a curiosidade de quem passa por perto.

IMG_5352

Você pode chamar a bicicleta por diversos nomes e apelidos, em alguns lugares ela é chamada de “Magrela” e outros “Camelo”, não importa como ela é chamada, o que vale é que cada vez mais, temos pais pessoas, usando a bicicleta mais vezes e ela está presente em espaços onde ela era proibida de entrar. Desse modo, vamos dar um salve bem grande para a presença dela nesses espaços, principalmente no mês das crianças. 🙂

20191013_100614

Mais Jogos de Bicicleta acontecerão na Exposição o Dia Seguinte, todos os sábados e domingos, até 10 de novembro. Vem com a gente conhecer um pouco mais sobre as mudanças climáticas e sua relação com nossa vida. Usar mais a bicicleta é uma das maneiras para para reduzir os problemas causados pela poluição e ainda melhorar a saúde e a qualidade de vida nas cidades.