Plataforma de Bicicletas Compartilhadas da América Latina Latino SBP

LATINO4

Em anos recentes, a TA acabou por enveredar por uma área que nunca havia pensado, a incubação de outras organizações e projetos externos. A sétima delas foi a Plataforma Latino-Americana de Bicicletas Públicas e Compartilhadas, que com financiamento do Banco Itaú, teve seu lançamento em 2018 no 4º Encontro Latino-americano de Sistemas de Bicicletas Públicas e Compartilhadas. Este encontro fez parte do mês da bicicleta no Rio. No primeiro semestre de 2019, após coleta e sistematização dos dados iniciais, a plataforma entrou no ar.

LATINO2

Hoje a plataforma já pedala sozinha, com uma equipe comprometida, que em breve apresentará uma nova cara, em uma página com nova hospedagem, biblioteca e muita informação sobre os sistemas de bicicletas públicas e compartilhadas da América Latina. Antecedendo à publicação da nova página da Plataforma Latino SBP, uma publicação consolida essa fase do trabalho que vem sendo desenvolvido, apresentando o perfil dos sistemas latino-americanos em 2019. Clique na imagem abaixo para baixar e conhecer o relatório 2019.

LATINO3

VII Prêmio Promovendo a Mobilidade por Bicicletas – Entrega de Prêmios

VIIP2ent

A entrega dos Prêmios Promovendo a Mobilidade por Bicicleta no Brasil este ano, foi diferente! Em geral, ela acontece dentro de algum evento para onde levamos os vencedores. Nos últimos anos, aconteceu durante a Conferência Velo-city em 2017 e 2019 e em 2018 no Bicicultura Rio.

VIIP5ent

Esse ano, com a pandemia e o cancelamento de diversos eventos, dentre eles a Conferência Velo-city 2020 na Eslovênia, onde seriam entregues os Prêmios, tivemos também que mudar nossa estratégia para a entrega. Desta vez, a premiação está sendo feita via correio! O troféu em madeira de demolição para os vencedores e os kits com bolsa, camiseta, adesivos, bordado e certificados já estão a caminho e alguns já estão chegando aos destinatários, os nove finalistas. O participantes do comitê de avaliação do prêmio também estão recebendo um kit mais simples, com camiseta e bolsa, uma forma de agradecer o tempo dedicado à leitura e avaliação de todos os projetos enviados.

VIIP1entVIIP4ent

A premiação maior deste ano, seria a ida para a Conferência Velo-city em Ljublijana, capital da Eslovênia mas devido a impossibilidade de serem realizadas algumas viagens devido a pandemia e ao cancelamento da Conferência em 2020, os projetos vencedores das três categorias tiveram a premiação alterada e  terão  ida garantida à Conferência em 2021 em Lisboa.

VIIP3ent

 

Mobilidade por bicicletas vencendo a crise


Muitas cidades mundo afora vem pensando em soluções viárias para enfrentar os desafios de mobilidade impostos pelo Coronavírus. A bicicleta vem se destacando muito nesta busca por soluções, principalmente na Europa, que já percebeu seu potencial e vem investindo nesta modalidade de transporte. A ECF – European Cyclists Federation elaborou uma página com o que vem sendo planejado e realizado em território europeu.

O painel navegável, apresentado abaixo, nos mostra um belo panorama das iniciativas. Com diversos gráficos de fácil compreensão, é possível  conhecer as medidas europeias de enfrentamento à Pandemia, que envolvem as bicicletas.

Veja o painel acima na publicação original clicando aqui e o painel aqui (o mapa aparece melhor no painel)
Veja outras práticas para superar os desafios do Coronavírus clicando aqui,

Forte X Frágil

1

O Código de Trânsito Brasileiro é claro: o maior deve zelar pela segurança do menor nas ruas. Esta regra, embora não esteja clara nas mentes e ações de muitos motoristas, bem como a percepção popular, tem ajudado a difundir a ideia de que ciclistas e pedestres são os componentes mais frágeis no trânsito. De fato, em caso de choque de um veículo motorizado com um destes dois o potencial de danos é grande (e agravado pelo contumaz excesso de velocidade). Mas em situações normais pedestres e ciclistas tem uma série de vantagens nas ruas das metrópoles, e até de algumas cidades médias que já padecem dos males do trânsito moderno.
Ciclistas não ficam engarrafados, portanto estão menos expostos à poluição – que faz muito mal em ambientes fechados como o de carros e ônibus presos no mar de veículos. Também estão menos sujeitos a assaltos visto que ficam menos tempo parados que os motoristas, mais suscetíveis a abordagens criminosas. Indo de bicicleta o estresse é menor, é mais fácil de estacionar (e a custo zero!), a saúde melhora e a economia de tempo, dinheiro e incomodação é enorme.
A bicicleta pode não ser a solução definitiva para o trânsito engarrafado, mas como este é cada vez mais comum e longo, torna-se uma opção por suas vantagens e por evitar a fragilidade que o automóvel impõe aos motoristas do século XXI.
Por fim, ciclistas e pedestres ajudam a humanizar o trânsito, lembrando a todos que a cidade é das pessoas e que o compartilhamento do espaço público é uma virtude da sociedade. Quando entendemos o próximo e nos respeitamos mutuamente nas ruas e calçadas, fortalecemos nossa comunidade, nossa cidade, nosso país e o mundo todo.

Saiba mais:
A exposição de ciclistas, motoristas e pedestres à poluição do trânsito.
Diferenças na exposição à poluição do ar por ciclistas e motoristas em Copenhagen.

2

Bicicletas enfrentando o Coronavírus pós pandemia

Bicicletas tem se destacado durante a pandemia, nas restrições de circulação, quarentenas e também nos planejamentos e pensamentos para depois desse período, quando os meios de transporte passarão por grandes mudanças. Abaixo, separamos algumas matérias que apresentam algumas dessas mudanças e tendências.

· Globo Play – Hora 1: Governo francês anuncia plano para que franceses saiam do confinamento pedalando.
· Forbes: Paris vai criar 650 quilômetros de ciclovias pós-bloqueio.
· Suisse: Ciclistas suíços sentem suas asas crescerem.
· Nexo Jornal: Governo francês libera pacote milionário de incentivo ao ciclismo na esperança de esvaziar trens, metrôs e ônibus após o fim da quarentena.
· New York Post: França paga para que pessoas consertem suas bicicletas para aumentar seu uso após o bloqueio.
· The Guardian: Milão anuncia plano ambicioso para reduzir o uso de carros após bloqueio. ·
· The Guardian: Cidades do mundo mudam suas ruas para caminhantes e ciclistas.
· NY Times: Aumento no uso da bicicleta para evitar trens lotados em Nova York.
· Mobilize: Bogotá expande ciclofaixas em estratégia contra o coronavírus.
· Mobilize: Covid-19: Mapa mostra cidades abertas a pedestres e ciclistas.
· Bike League: Dos federais – o reparo da bicicleta é essencial.
· The Guardian: Oficinas e lojas de bicicletas no Reino Unido veem um aumento nos negócios.
· Bicycling: Lojas de bicicletas declaram-se essenciais em meio a paralisações por coronavírus.
· Cycling Industry: Grupos globais de bicicletas fazem chamada para permitir que lojas de bicicletas operem durante bloqueios do Covid-19.
· The Guardian:  “As bicicletas são o novo papel higiênico” boom de vendas de bicicletas enquanto residentes de bloqueio por coronavírus desejam exercício.
· Mobycon: Abrindo espaço para o ciclismo em 10 dias: um guia para ciclovias temporárias em Berlim.
· Transport Matters: Cidades chinesas reabrem gradualmente redes de transporte, pós-pandemia.

Boa leitura e fiquem bem!