Planejamento Cicloviário e os Desafios da Mobilidade no Enfrentamento ao Coronavírus

118c

Diversas cidades em diferentes países, seguem buscando soluções para a mobilidade em tempos de pandemia e pós quarentenas. Neste cenário as bicicletas tem se destacado e temos apresentado aqui parte dessa busca por alternativas e resultados de pesquisas e levantamentos. No Brasil, embora com intensidade bem menor, cidades também estão planejando neste sentido: Vitória – ES antecipou a implementação de ciclorrotas com o objetivo de incentivar o uso de bicicleta no período pós-pandemia. Belo Horizonte – MG implantou cerca de 30 km de ciclofaixas ligando as regiões leste e oeste da cidade e conectando ciclovias existentes, oferecendo uma opção segura neste momento de pandemia. Niterói – RJ requalificou ciclofaixas, iniciativa pensada como uma resposta aos desafios relacionados à mobilidade.

covidBR

Niterói – RJ ……….……….. Vitória – ES ………..………… Belo Horizonte – MG

Na seção “planejamento cicloviário” de nosso Banco de Dados, temos incluído novos manuais que vem surgindo sobre o  assunto. Pra facilitar, estamos publicando estes manuais aqui também.

Brasil – Curitiba – Infraestruturas Provisórias para Mobilidade Ativa – Cicloiguaçu. 
Berlim – Alemanha – Criando Espaços Seguros para Bicicletas em 10 Dias.
Lisboa – Portugal – Plano de Transformação do Espaço Público.
Cidade do México – Ciclovias Emergentes.
Estados Unidos – NACTO · Streets for Pandemic Response & Recovery.
Reino Unido – Gear Change: A bold vision for cycling and walking.
Proposta para NY – The Five Borough Bikeway NY. 

Pedalarás Sempre • Alfredo Sirkis 1950 – 2020

srk1

O título deste post é o primeiro dos Mandamentos do Planejamento Cicloviário de Alfredo Sirkis, ambientalista, político, escritor, jornalista, usuário da bicicleta como meio de transporte e um dos mais importantes promotores desse modal no Rio de Janeiro. Infelizmente um veículo motorizado o levou nesta sexta feira. Descanse em paz e siga pedalando.

Sirkis foi Secretário de Meio Ambiente e Urbanismo no Rio de Janeiro e as bicicletas sempre estiveram presentes em suas gestões. Colaborou para a inclusão das ciclovias cariocas nos projetos Rio Orla e lutou bravamente pela sua implementação, que no inicio dos anos 90 removeu centenas de vagas de carros na orla para dar espaço às bicicletas e à mobilidade ativa. Sirkis também participou/organizou a primeira “bicicleata” que se tem notícia no país, no final da década de 80. Desde então sempre defendeu as bicicletas. Ele foi um dos que convidou o Zé Lobo para fazer parte do Grupo de Planejamento Cicloviário do Rio de Janeiro no início de 2003 e dessa relação nasceu a Transporte Ativo em dezembro daquele ano.

SRK2

Sempre disposto a colaborar com a mobilidade ativa, sua promoção e daqueles que a promovem, Sirkis aceitou todos os convites para participações em atividades da TA. Como para apresentar seu conhecimento na conferência Velo-city Rio 2018 e no III Workshop A Promoção da Mobilidade por Bicicleta no Brasil “Desbravando novas fronteiras – como alcançar novos públicos e ampliar o debate sobre a bicicleta na cidade” onde apresentou seus 10 Mandamentos do Planejamento Cicloviário. Nas fotos acima, de Michele Castilho, um pouco de sua participação no workshop e uma homenagem àquele que tanto incentivou o uso da bicicleta como meio de transporte no Rio e além!

Obrigado Sirkis!
Pedalaremos sempre!

Bicicletas enfrentando o Coronavírus pós pandemia

Bicicletas tem se destacado durante a pandemia, nas restrições de circulação, quarentenas e também nos planejamentos e pensamentos para depois desse período, quando os meios de transporte passarão por grandes mudanças. Abaixo, separamos algumas matérias que apresentam algumas dessas mudanças e tendências.

· Globo Play – Hora 1: Governo francês anuncia plano para que franceses saiam do confinamento pedalando.
· Forbes: Paris vai criar 650 quilômetros de ciclovias pós-bloqueio.
· Suisse: Ciclistas suíços sentem suas asas crescerem.
· Nexo Jornal: Governo francês libera pacote milionário de incentivo ao ciclismo na esperança de esvaziar trens, metrôs e ônibus após o fim da quarentena.
· New York Post: França paga para que pessoas consertem suas bicicletas para aumentar seu uso após o bloqueio.
· The Guardian: Milão anuncia plano ambicioso para reduzir o uso de carros após bloqueio. ·
· The Guardian: Cidades do mundo mudam suas ruas para caminhantes e ciclistas.
· NY Times: Aumento no uso da bicicleta para evitar trens lotados em Nova York.
· Mobilize: Bogotá expande ciclofaixas em estratégia contra o coronavírus.
· Mobilize: Covid-19: Mapa mostra cidades abertas a pedestres e ciclistas.
· Bike League: Dos federais – o reparo da bicicleta é essencial.
· The Guardian: Oficinas e lojas de bicicletas no Reino Unido veem um aumento nos negócios.
· Bicycling: Lojas de bicicletas declaram-se essenciais em meio a paralisações por coronavírus.
· Cycling Industry: Grupos globais de bicicletas fazem chamada para permitir que lojas de bicicletas operem durante bloqueios do Covid-19.
· The Guardian:  “As bicicletas são o novo papel higiênico” boom de vendas de bicicletas enquanto residentes de bloqueio por coronavírus desejam exercício.
· Mobycon: Abrindo espaço para o ciclismo em 10 dias: um guia para ciclovias temporárias em Berlim.
· Transport Matters: Cidades chinesas reabrem gradualmente redes de transporte, pós-pandemia.

Boa leitura e fiquem bem!

Plataforma LatinoSBP

bikepe ed

Os Sistemas de Bicicletas Públicas e Compartilhadas são um modo de transporte cuja implementação na América Latina se iniciou em 2008, porém seu auge e popularidade são mais recentes e seu crescimento continua de maneira exponencial. As cidades latino-americanas demostraram ser inovadoras, adaptando as experiencias europeias em suas cidades e contextos. Como resultado, se destacam boas práticas que merecem ser difundidas.

Mantendo nosso compromisso de gerar e compartilhar conhecimento para criar capacidade técnica para intervir na promoção da mobilidade por bicicletas apresentamos a plataforma LatinoSBP.org.

Inspirada nas iniciativas ComoUK, NABSA e PEBSS, a LatinoSBP é uma plataforma aberta, gratuita e colaborativa sobre os sistemas de bicicletas públicas e compartilhadas da América Latina, onde são apresentados dados, gráficos e informações sobre esses sistemas, promovendo boas práticas e estimulando a criação de novos sistemas em mais cidades.

ASSINATURAS VARIAS CORES-04

Ciclo Rotas – Cinco anos promovendo cidades melhores.

CrC18
Fazem cinco anos que o Projeto Ciclo Rotas Centro foi apresentado ao Rio de Janeiro, desde então já passeou pelo mundo no III Fórum Mundial da Bicicleta em Curitiba, Urban Age da London School of Economics, Bienal de Design em Shezen na China, Velo-city em Adelaide na Australia, Habitat III em Quito no Equador, Medelin na Colombia, Taipei em Taiwan e até na 15ª Bienal Internacional de Arquitetura de Veneza. Sempre sendo reconhecido como exemplo de projeto colaborativo “de baixo pra cima” feito através de parceria público privada sem verba dedicada.

Passeou também pelo Brasil, com rodadas em diversas cidades, com destaque pra Juiz de Fora – MG que além de fazer, implantou e a mais recente experiência, em Manaus.

Cd18Agora o projeto Bicicleta nos Planos, lança um lindo infográfico apresentando a Tecnologia Social Certificada pela Fundação BB, como metodologia fácil e produtiva para a implementação de uma rodada do projeto em sua cidade ou mesmo em seu bairro. Com o título Bicicleta na Escala do Bairro, o infográfico de autoria de Natália Garcia, ficou lindo e de fácil compreensão. Está disponível no site Bicicleta nos Planos ou clicando na imagem acima.

Mão na massa, pé no pedal e bora fazer um Ciclo Rotas local. Precisando de algum suporte, entre em contato.